Semáforo do comportamento corujas em E.V.A com molde

Disciplina é algo necessário em casa e na escola.
Não é apenas mandar e dar ordens, mas oferecer uma base para que a criança possa crescer entendendo que existem regras em todos os lugares.
Na escola, em um grupo muito maior do que em sua casa, a criança por vezes descumpre as regras acreditando que “pode fazer o que bem entender”, pois seus responsáveis não estão presentes.
Como controlar essa situação sem sair desgastada à cada aula?
Depois de quase trinta anos em sala de aula, afirmo que é difícil. Quanto mais velhas, mais as crianças resistem às regras.
Cada professor(a) precisa buscar o seu ponto de equilíbrio. Precisa buscar alternativas que permitam à turma se beneficiar da aula planejada.
Algumas crianças são mais resistentes. Pedir o apoio da família, nem sempre é possível. Muitas vezes, infelizmente, a família propicia essa falta de limites aos próprios filhos…
Trabalhar com valores, através de histórias e músicas, conversas em grupo, podem ajudar.
Elaborar com a turma uma lista de combinados do tipo “pode/não pode”, ajuda a entender o porquê das regras.
Algumas crianças escolhem descumprir as regras como forma de chamar a atenção. Não reforçar negativamente um comportamento pode ajudar.
Reforços positivos são bem-vindos, só cuidado para não “comprar” as crianças com “balas e pirulitos” (como já vi por aí…). Procure formas de reforço positivo que sejam educativas, que sejam um “prêmio”, mas não uma “moeda de troca”.
A criança precisa perceber a importância e os benefícios que ela mesma terá ao cumprir os combinados.
Nossa tarefa é árdua! Educação vem de casa, sempre ouvimos… Quantas vezes, percebemos que nem o “básico” está vindo de casa?
A primeira coisa que falo para qualquer aluno é: – Aqui é uma escola, você não está em sua casa.
Jamais pergunto: – Você faz isso com sua mãe? Porque na maioria das vezes, infelizmente, a criança faz.
Nós somos os professores e professoras, não pertencemos à família da criança. O comportamento escolar é diferente da casa. Isso precisa ficar claro.
Estabelecer limites é saudável, necessário e fundamental para que possamos viver nossa cidadania (desde qualquer idade).
Texto: Ivanise Meyer https://baudeideiasdaivanise.blogspot.com/
Se preferir, baixe em pdf clicando aqui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui